Outsourcing de TI: o que é, como funciona e cases reais

outsourcing-ti

Outsourcing” (ou terceirização) é um método popular de oferecer serviços em todo o mundo, sendo financeiramente interessante para grandes e pequenas empresas. Hoje em dia, 75% das empresas utilizam outsourcing de TI, e 87% planejam utilizar ainda mais.

Outsourcing é a terceirização de serviços de uma organização para uma empresa especializada. Dessa maneira, é possível otimizar algumas operações e remanejar recursos que seriam investidos para manter uma equipe própria.

Em um contexto pós-pandemia, no qual milhões de pessoas trabalham remotamente, o outsourcing deve ganhar cada vez mais espaço nos diferentes mercados.

 

TIPOS DE OUTSOURCING DE TI

 

Offshore

O outsourcing de TI offshore é oferecido por empresas localizadas em países com menos tributação, como Índia, Malásia e China. Como essas empresas estão localizadas em países distantes, a comunicação é mais complicada. Entretanto, essa modalidade oferece uma vantagem bem interessante: os custos de contratação dos serviços são bem mais baratos. Segundo o 2016 Global Services Location Index, a Índia ocupa o 1º lugar nesse tipo de oferta.

 

Nearshore

Nearshore é a contratação outsourcing de empresas localizadas próximo ao país da contratante, e com cultura e idiomas parecidos. Por exemplo, os Estados Unidos são os maiores consumidores de serviços do Canadá.

 

Onshore

Onshore é a contratação de empresas localizadas no mesmo país do contratante.

 

Inscreva-se para receber nossa newsletter

 

5 BENEFÍCIOS IMEDIATOS DO OUTSOURCING DE TI

 

Confira os 5 principais benefícios imediatos de utilizar outsourcing de TI no seu negócio:

 

1. Controle de custos

O outsourcing converte custos fixos de TI em custos variáveis, facilitando o planejamento financeiro. Se o contratante definir o escopo de tarefas, ele pode procurar uma empresa que ofereça a um preço adequado ao orçamento.

 

2. Redução de custos

Contratar e treinar equipes de TI pode ser caro e nem sempre entrega o resultado esperado. Outsourcing reduz custos com treinamento, mitiga custos com falhas e torna o resultado mais previsível.

 

3. Experiência e contatos

Um funcionário interno de TI fica isolado na empresa. Um funcionário terceirizado trabalha em um local cheio de pessoas do mesmo ramo, trocando experiências e auxiliando quando necessário.

 

4. Redução de riscos

O fornecedor Outsourcing geralmente assume e gerencia grande parte dos riscos para a empresa, especialmente problemas de segurança, atualização e compliance. Se der problema, é ele quem resolve.

 

5. Agilidade na implementação de novidades

Para implementar novidades em uma equipe interna de TI, será necessário capacitar a equipe, investir em treinamentos, e esperar os resultados. A empresa outsourcing fará isso mais rapidamente, pois é a função dela estar atualizada.

 

5 FASES DA IMPLEMENTAÇÃO DO OUTSOURCING

 

1- Diagnóstico e identificação das oportunidades

Aqui se conhece os pontos fortes da empresa, suas competências-chave, e as oportunidades de mercado.

 

2- Avaliação das oportunidades

Deve-se desenvolver uma descrição completa das oportunidades e entender o desempenho e o resultado desejado.

 

3- Identificação e escolha do fornecedor de serviços

Conhecer e avaliar uma gama de fornecedores, entendendo quais se adaptam melhor ao cenário da empresa.

 

4- Implementação dos novos processos de outsourcing

Elabora-se um plano de ação com datas e metas, com processos cuidadosamente criados e métodos de comunicação eficazes.

 

5- Acompanhamento e avaliação do desempenho

Análise e ajuste do plano de acordo com a performance obtida.

 

CASES: OUTSOURCING DE TI EM DIFERENTES MERCADOS

 

1. Serviços Financeiros

O Citigroup terceiriza suas operações de tecnologia desde 1992. A empresa administra vários locais offshore na Índia, Filipinas e Polônia. Em 2012, o Citigroup cortou 11.000 empregos em sua sede, pelo menos um quarto dos quais relacionados a TI. A maioria de suas operações de TI agora é realizada offshore.

 

2. Operações Hoteleiras

As funções mais frequentemente terceirizadas na hotelaria são: lavanderia, manutenção de piscinas, marketing, sistema de reservas, criação de chaves, suporte e programas de fidelidade.

No Brasil, a Zoox foi eleita a Melhor Fornecedora de Serviços pela Revista Hotéis por 2 anos seguidos. Com o Zoox Experience, diversos pontos da experiência do hóspede podem ser feitos por meio de APIs da empresa: check in, check out, pagamento, concierge e serviços de quarto.

 

3. Aplicativos

Com um budget inicial restrito, o Whatsapp recorreu ao outsourcing do leste europeu para lançar a plataforma. A empresa contratou desenvolvedores da Rússia por que “existem excelentes engenheiros lá”, de acordo com o co-fundador da empresa, Jan Koum.

O Slack é outro aplicativo que contou com outsourcing para desenvolver a versão beta. Terceirizando a criação da logo, design do site e o aplicativo web e mobile, a empresa saiu de um valor inicial de 250 milhões de dólares para valer 7.1 bilhões em agosto de 2018.

 

Saiba mais sobre a Low Touch Economy! Confira nosso ebook:

low-touch-economy-ebook

Seu e-mail não será publicado.

*
*