Data-Driven Design: o que é, como funciona e benefícios para negócios

ux-pós-pandemia

Sabe quando você entra em um site ou aplicativo e rapidamente consegue a informação que deseja?

 

Num mundo em que existem milhares de dados disponíveis a um clique, o processo de criação de produtos e serviços deve ser orientado por dados. Isso se chama Data-Driven Design (Design Orientado a Dados), a metodologia que permitirá às empresas enxergarem o futuro com mais certezas.

 

Data-Driven Design é um método de desenvolvimento de produtos e serviços a partir de dados. Todas as etapas do processo pretendem corresponder a informações concretas, que são analisadas tanto de fontes quantitativas, quanto qualitativas.

Data Driven Design Process | Design

 

O uso de dados como guia leva diretamente a melhores resultados nos negócios. Uma pesquisa do Center for Digital Business do MIT constatou que “as empresas no terço superior de sua indústria, no uso de tomada de decisão orientada a dados eram, em média, 5% mais produtivas e 6% mais rentáveis que seus concorrentes”.

 

Benefícios do Data-Driven Design para seu negócio

 

1. AGILIZAR PROCESSOS

 

No livro Data-Driven Design and Construction: 25 Strategies for Capturing, Analyzing,and Applying Building Data, Robert Yori diz:

 

 “Alguns de nossos trabalhos recentes ecoam os esforços feitos analogicamente no passado. (…) Se um cliente nos diz ‘eu amei aquele projeto de vocês em Manhattan, vocês podem fazer algo similar na China?’, os designers podem analisar as métricas mais importantes do projeto instantaneamente”

 

A facilidade de acesso a dados passados, ou ao levantamento de dados por meio de feedbacks, pesquisas e entrevistas, garante agilidade aos processos. Isso diminui os esforços necessários ao mesmo tempo em que melhora a qualidade das entregas.

 

Conheça o Net Promoter Score e saiba coletar os feedbacks do seu negócio.

 

2. MELHORIA CONTÍNUA POR UM CUSTO MENOR

 

Se antigamente era necessário esperar longos períodos para levantar métricas e, a partir delas, planejar alterações no projeto, com o Data-Driven o processo de melhoria é ágil e constante.

 

Em artigo, a Hubspot pontua que “Growth-Driven Design é um investimento que produz crescimento mês a mês. Seu site se torna mais forte quando você continua a metrificar, interagir e agir”. Desta forma, o Data-Driven não apenas entrega um retorno de investimento (ROI) maior, como garante um site com melhor usabilidade.

 

Data Driven Design

 

3. INTUITIVIDADE GERA RETENÇÃO

 

Um dos grandes benefícios de pensar baseado em dados é ter conhecimento suficiente sobre o usuário final para apresentar as informações mais relevantes. Isso significa que o usuário conseguirá entender os conteúdos de forma simples e intuitiva, com autonomia e conforto.

 

Sabe quando você entra num site ou aplicativo e rapidamente consegue a informação que deseja?

 

É comum encontrar aplicativos ou sites com informações confusas ou que não levam em conta os desejos do usuário. Isso resulta em telas confusas, pouco intuitivas, fazendo com que os usuários se sintam perdidos e, muitas vezes, desistam do serviço.

 

Inscreva-se para receber nossa newsletter

 

4. EXPERIÊNCIA DO CLIENTE MELHOR = MAIS VENDAS

 

Design serve, em essência, para criar experiências. Quando o design é feito por meio de informações pré-concebidas sobre o cliente, o resultado imediato é uma experiência melhor. E experiências melhores vendem mais!

 

O site de comércio eletrônico Music & Arts usou testes de usabilidade e avaliação heurística para basear o redesenho do seu site. Após a conclusão do projeto, suas vendas online aumentaram cerca de 30% no ano seguinte.

 

Se você quiser conhecer outras novidades sobre esse assunto, conheça nosso Report de Tendências em Experiência do Cliente:

 

ebook-experiencia-do-cliente

Seu e-mail não será publicado.

*
*