skip to Main Content
Como O Reconhecimento Facial Está Mudando O Marketing

Como o reconhecimento facial está mudando o marketing

Como o reconhecimento facial está mudando o marketing

Formas de engajar e reter o cliente. É isso que as empresas estão sempre procurando. E inovações como o reconhecimento facial, realidade aumentada e dados inteligentes estão transformando o trabalho dos profissionais de Marketing quando o assunto é vencer o desafio da melhor experiência do usuário. Por isso, vamos abordar hoje como o reconhecimento facial está mudando o marketing.

Já pensou viver em um mundo onde as propagandas e serviços têm a cara do seu cliente e são completamente alinhadas às suas expectativas? É para esse caminhos que as novas tecnologias estão apontando.

Entenda como o reconhecimento facial está mudando o marketing

Marketing com emoção

A tecnologia de reconhecimento facial está mudando o marketing e consegue fazer muito mais do que captar a identidade de alguém: por meio dela também é possível detectar a expressão do rosto e possíveis sentimentos. Parece incrível, e realmente é!

Esse “reconhecimento de emoções” já está sendo utilizado por diversas empresas. A Disney, por exemplo, usa câmeras com infravermelho para analisar a reação do público durante a exibição de filmes.

A Kellog’s usa uma tecnologia similar. Eles criam diversas propagandas do mesmo produto e usam câmeras inteligentes para analisar as reações. Depois de avaliar as visualizações e a resposta do público, eles optam pela versão com o melhor desempenho.

Tudo isso revoluciona a forma como o marketing tradicional foi feito até hoje: dados sem  precisão e pesquisas pouco específicas.

Case: Descubra o seu Aloha

O governo do Havaí fez uma ação inovadora na área. Junto a uma empresa de publicidade, a secretaria de turismo criou um microsite que usou o reconhecimento facial e drones para revolucionar a experiência do usuário.

Ao acessar o site, o usuário assistia um vídeo com imagens filmadas por drones, revelando um novo olhar sobre as belezas do Havaí. Caso fosse dada a permissão, um software de reconhecimento facial era ativado e monitorava a reação para cada imagem do vídeo.

No final do processo, o usuário descobria qual era seu guia animal (o pássaro, porco ou polvo, de acordo com a tradição havaiana) e recebia a oferta de um pacote de viagem com desconto.

A escolha do espírito guia e do destino de viagem era feita por um algoritmo, que usava os dados do reconhecimento facial para identificar quais locais do vídeo causaram expressões mais positivas.

Utilizando diversas tecnologias para revolucionar a experiência do usuário, o governo do Havaí deu um show de inovação!

Dados dos usuários e satisfação garantida

Enquanto o marketing digital consegue utilizar dados com facilidade, o marketing tradicional tem dificuldades para gerar essas informações em espaços físicos. O reconhecimento facial está mudando o marketing usando essa tecnologia para vencer esse desafio.

O Parco_ya, um shopping center japonês, está usando essa tecnologia em mais de 90 das suas câmeras para identificar o gênero, idade e circulação dos consumidores. As informações são compartilhadas com os lojistas para melhorar as ações de publicidade e o arranjo dos pontos de venda.

As marcas de luxo estão seguindo o mesmo caminho. A marca chinesa K11 usa o reconhecimento facial para observar os padrões de consumo dos clientes e oferecer uma experiência de compra totalmente personalizada.

Experiência do usuário em primeiro lugar

Nos últimos anos, a experiência do usuário tem sido uma preocupação cada vez mais crescente dos departamentos de marketing. Proporcionar uma vivência que supere todas as expectativas do cliente é o maior objetivo das empresas.

Nas operações de hotéis, aeroportos e rodoviárias, por exemplo, o check-in tem sido um gargalo a ser resolvido. Ficar horas esperando em uma fila para fazer um procedimento de segurança não é a expectativa de ninguém, principalmente no mundo movimentado que temos hoje.  

É por isso que empresas como a Delta Airlines e mais de 50 hotéis na China estão usando o reconhecimento facial para facilitar e agilizar o check-in. Segundo a Forbes, a tecnologia reduz o tempo desse processo em até um terço.

Check-in inteligente por reconhecimento facial com o Zoox Smart Pass

O cenário ideal para a sua empresa é a otimização da experiência do usuário em seu estabelecimento somada à aquisição de dados para embasar a estratégia da sua equipe de marketing? Isso é possível com a simples implementação de um check-in mais dinâmico por meio do reconhecimento facial.

A tecnologia desenvolvida pela Zoox Smart Data, o Zoox Smart Pass, propicia isso. Além de tornar o check-in mais rápido, o Zoox Smart Pass coleta dados sobre seus clientes, melhorando as ações de marketing e oferecendo experiências personalizadas no seu estabelecimento, sempre respeitando as regras de privacidade estabelecidas.

Seja o seu estabelecimento um hotel, pousada, aeroporto – ou mesmo do seu evento –  proporcionar um check-in mais acelerado é certeza de superar as expectativas do cliente. E coletar dados para melhorar as próximas experiências dele redimensiona e aprimora o trabalho da sua equipe de marketing.

Quer saber mais sobre como o reconhecimento facial está mudando o marketing? Conheça o Zoox Smart Pass.

Baixe nosso guia de reconhecimento facial

Quer ler mais conteúdos relevantes e saber mais novidades, siga-nos nas nossas redes sociais: Facebook, Instagram e LinkedIn.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *